RSS

Aquivos por Autor: bibliotecasabandeira

Sobre bibliotecasabandeira

A Biblioteca de uma Escola com História!

Dia Internacional do viver juntos em Paz

Mensagem da Diretora-Geral da UNESCO por ocasião do

Dia Internacional do viver juntos em Paz

viver_juntos_em_paz (1)Num mundo em que somos regularmente testemunhas de tensões, atos de ódio, rejeição dos outros e discriminação, a busca da paz e a vontade de viver juntos em harmonia é mais crucial do que nunca. A UNESCO e as Nações Unidas, no seu conjunto, esforçam-se diariamente para proporcionar às pessoas os meios para alcançarem a paz, não só porque a paz é um dos principais objetivos da Agenda 2030, mas também porque é uma condição prévia ao desenvolvimento sustentável e ao bem comum.

No entanto, a intensidade dos desafios que enfrentamos e a rapidez das mudanças que estão a perturbar o mundo, ameaçam a paz para qual estamos a trabalhar– as alterações climáticas, a mobilidade das pessoas, o aumento das desigualdades económicas, as transformações sociais e as revoluções tecnológicas. Estes desafios só terão uma resposta adequada através de um compromisso coletivo, e é por este motivo que, desde 2017, a 16 de maio, celebramos o Dia Internacional do Viver Juntos em Paz.

Neste dia, prestamos homenagem aos esforços desenvolvidos pela comunidade internacional para construir a paz e apelamos a todos os atores da sociedade para que trabalhem nesse sentido.

A compreensão mútua entre os povos de diferentes culturas é um elemento-chave para vivermos juntos em paz.

A UNESCO, fiel ao seu mandato de erguer os baluartes da paz na mente dos homens e das mulheres, está empenhada em promover as culturas e a diversidade cultural, com vista a fomentar o intercâmbio e a compreensão entre os povos, na medida em que cada cultura contribui para a construção da humanidade no seu todo.

Promover o diálogo intercultural para reforçar os valores, as instituições e as competências que promovem a paz é o objetivo da Década Internacional das Nações Unidas para a Aproximação das Culturas, liderada pela UNESCO. Esta Organização e o sistema das Nações Unidas, no seu conjunto, envidam esforços para reforçar a compreensão, as capacidades e a sensibilização neste domínio.

As competências, uma atitude recetiva e o conhecimento necessários para interagir de forma pacífica com pessoas de origens culturais diferentes estão, rapidamente, a tornar-se na competência-chave fundamental para todos.

Através da sua Coligação Internacional de Cidades Inclusivas e Sustentáveis (ICCAR), a UNESCO defende a solidariedade global e a colaboração para o desenvolvimento urbano inclusivo, livre de todas as formas de discriminação. É através da partilha de boas práticas, conhecimentos e experiências que as cidades da ICCAR aprendem com as iniciativas umas das outras e, subsequentemente, desenvolvem as suas próprias políticas e programas adaptados aos seus contextos locais, nas áreas da educação, habitação, emprego e cultura.

Este Dia Internacional oferece uma oportunidade para refletir em conjunto sobre formas e ações específicas para melhorar a convivência e promover um ambiente inclusivo, pacífico e sustentável a todos os níveis, para que a humanidade possa viver em paz. Como afirmou Martin Luther King: “Se queremos ter paz na terra, (…) os nossos compromissos devem transcender a nossa raça, a nossa tribo, a nossa classe e a nossa nação; e isso significa que devemos desenvolver uma perspetiva mundial “. Esteja certo de que a UNESCO está totalmente comprometida com esta missão.

Audrey Azoulay

Anúncios
 
 

Etiquetas: , , , , ,

Fotografia digital nas bibliotecas

Foi publicada a Lei n.º 31/2019, de 3 de maio, que regula a utilização de dispositivos digitais de uso pessoal e permite a reprodução digital, em imagens, de documentos,  nas bibliotecas e arquivos públicos.

Digitaltumblr_pggaaiRTEf1qkaoroo1_500

Ilustração de Dale Edwin Murray (http://www.daleedwinmurray.com/)

Assim, a  partir de junho, é permitida a reprodução de documentos, utilizando  telemóveis digitais, tablets e outros dispositivos portáteis, nas salas de leitura das bibliotecas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

 
 

Etiquetas: , ,

‘Isto é Matemática’ na Sá da Bandeira

 

De quantas maneiras se pode dobrar um mapa? Para que serve um dodecaedro romano? Que fenómeno faz levitar a corrente do ralo da banheira, quando cai?

Estes foram apenas alguns dos Maiores segredos do mundo que o Professor Rogério Martins, o autor e apresentador do programa “Isto é Matemática”, mostrou aos alunos da Sá da Bandeira e da D. João II.

Doutorado em Matemática na área de Sistemas Dinâmicos e Equações Diferenciais, Rogério Martins é professor e investigador na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova.

No Agrupamento Sá da Bandeira, o Professor mostrou, com humor, que a Matemática é omnipresente no quotidiano. Foram sessões onde houve segredos com alegria, factos matemáticos bem-dispostos, resultado da colaboração entre a Biblioteca da Sá da Bandeira e o grupo de Matemática.

 

Etiquetas: , , , ,

Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor

 

Livros-Selçuk Demirel

Livros Selçuk Demirel

UNESCO

Mensagem da Diretora-Geral da UNESCO por ocasião do

Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor

23 de abril de 2019

Os livros permitem-nos olhar para o nosso mundo interior e, ao mesmo tempo, abrem o caminho para o respeito mútuo e a compreensão entre os povos, superando todas as fronteiras e diferenças.

Nestes tempos de instabilidade, os livros encarnam o engenho humano, dando corpo à riqueza da experiência humana, verbalizando a busca de sentido e de expressão que todos partilhamos, o que faz avançar todas as sociedades.

Os livros contribuem para unir a humanidade numa única família, com um passado, uma história e um património em comum, para construir um futuro partilhado em que todas as vozes serão ouvidas no grande coro das aspirações humanas. Os livros são os nossos aliados na difusão da educação, da ciência, da cultura e da informação em todo o mundo.

Os livros são também uma forma de expressão cultural que faz parte de uma determinada língua e vive através dela. Cada publicação é criada numa língua específica e destina-se a um grupo de leitores que fala essa língua. Assim, cada livro é escrito, produzido, trocado, utilizado e apreciado num determinado ambiente linguístico e cultural. Este ano destacamos a importância desta dimensão, uma vez que 2019 foi proclamado Ano Internacional das Línguas Indígenas, e será liderado pela UNESCO, para reafirmar o compromisso da comunidade internacional em apoiar os povos indígenas a preservarem as suas culturas, os seus conhecimentos e os seus direitos.

Este dia oferece uma oportunidade para refletirmos juntos sobre a melhor forma de difundirmos a cultura da escrita e fazermos com que todos os indivíduos, homens, mulheres e crianças tenham acesso à mesma.

É este espírito de inclusão e de diálogo que anima a cidade de Sharjah (Emirados Árabes Unidos), a qual se tornará Capital Mundial do Livro 2019, no Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor 2019. Sharjah foi selecionada em reconhecimento do seu programa “Leia – Está em Sharjah”, cujo propósito é alcançar as populações marginalizadas e propor-lhes ofertas criativas com vista a envolver as populações migrantes e atuar como uma “força motriz” de inclusão social, criatividade e respeito.

Com Sharjah, os nossos parceiros, nomeadamente a Associação Internacional de Editores, a Federação Internacional de Livreiros, a Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias e toda a comunidade internacional, vamos unir-nos para celebrar o livro como manifestação da criatividade, do desejo de partilhar as ideias e o conhecimento e de promover a compreensão, o diálogo e a tolerância. Esta é a mensagem da UNESCO neste Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.

Audrey Azoulay

 
 

Etiquetas: , , , ,

Carta ao Cavaleiro de Nada

Carta ao Cavaleiro de Nada

João Marecos na Escola Secundária de Sá da Bandeira.

Atividade do Grupo de Português, duas sessões, às 10:30 e 11:30,

na Biblioteca e na Sala Polivalente.

JoãoMarecos-Abril2019JoãoMarecos-Abril2019-1

 

Etiquetas: , ,

Um amor na Biblioteca

inglesamarialva0

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 18 de Janeiro de 2019 em Bibliotecando, Literatura, Memória

 

Etiquetas: , , ,

A Inglesa e o Marialva

inglesamarialva

im

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 11 de Janeiro de 2019 em Bibliotecando, Literatura, Memória

 

Etiquetas: , , ,

 
%d bloggers like this: