RSS

Arquivo de etiquetas: Pinzellades al món

Dia Internacional da Biblioteca Escolar

28 de outubro

Dia Internacional da Biblioteca Escolar

Ler imagens de Bibliotecas: 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 28 de Outubro de 2019 em Bibliotecando, Leitura, RBE

 

Etiquetas: , ,

Dia Mundial do Animal

” O que é o Homem sem os animais?

Se os animais desaparecessem, o Homem morreria de uma grande solidão.

Tudo o que acontece aos animais acontecerá também ao Homem brevemente.

Todas as coisas estão interligadas.”

Chefe Seattle, Carta ao Presidente dos EUA, 1854

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Literatura com e sobre a vida animal não humana –

na Biblioteca, nas classes 5, 6, 7 e 8.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 4 de Outubro de 2019 em Arte, Bibliotecando, Cidadania, Leitura

 

Etiquetas: , , , , , , , ,

Primavera

Primavera0Abre-te, Primavera!
Tenho um poema à espera

Do teu sorriso.
Um poema indeciso
Entre a coragem e a covardia.
Um poema de lírica alegria
Refreada,
A temer ser tardia
E ser antecipada.
Dantes, nascias
Quando eu te anunciava.
Cantava,
E no meu canto acontecias
Como o tempo depois te confirmava.
Cada verso era a flor que prometias
No futuro sonhado…
Agora, a lei é outra: principias,
E só então eu canto confiado.

Miguel Torga, Diário X
 

Etiquetas: , ,

Pai

 

Nasceu-te um filho. Não conhecerás, 
jamais, a extrema solidão da vida. 
Se a não chegaste a conhecer, se a vida 
ta não mostrou – já não conhecerás 

a dor terrível de a saber escondida 
até no puro amor. E esquecerás, 
se alguma vez adivinhaste a paz 
traiçoeira de estar só, a pressentida, 

leve e distante imagem que ilumina 
uma paisagem mais distante ainda. 
Já nenhum astro te será fatal. 

E quando a Sorte julgue que domina, 
ou mesmo a Morte, se a alegria finda 
– ri-te de ambas, que um filho é imortal. 

Jorge de Sena Visão Perpétua
 

Etiquetas: , , ,

Outubro

Outubro e outono, tempo de folhas

nas árvores, como em livros, folhas por ler,

no chão, como  em tapete, folhas lidas.

Outubro de ditados, diz o povo que é tempo de preparar a lareira e recolher quanto se puder guardar.

 Nas Bibliotecas Escolares, as literacias abraçam leituras e mostram-se às Escolas, para ajudar a descodificar mundos.

Caminhando pelo mês, celebramos a música, damos as mãos a S. Francisco, homenageiam-se os professores, festejamos a implantação da República, celebram-se sorrisos, lembra-se a alimentação saudável, fala-se de voz e saúde como alerta para práticas sãs. A caminho da hora de inverno, são os dias a recolherem na penumbra e o sol a ficar tímido…

É  outubro de outono-terra.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 1 de Outubro de 2016 em Bibliotecando

 

Etiquetas: , , ,

MÃE

 

Mãe-PauloGalindro

No centro de mim – Paulo Galindro

Elas são as mães:

rompem do inferno, furam a treva, 

arrastando 

os seus mantos na poeira das estrelas.

Animais sonâmbulos, 

dormem nos rios, na raiz do pão.

Na vulva sombria

é onde fazem o lume: 

ali têm casa. 

Em segredo, escondem 

o latir lancinante dos seus cães.

Nos olhos, o relâmpago 

negro do frio.

Longamente bebem 

o silêncio 

nas próprias mãos.

O olhar 

desafia as aves: 

o seu voo é mais fundo.

Sobre si se debruçam 

a escutar 

os passos do crepúsculo.

Despem-se ao espelho 

para entrarem 

nas águas da sombra.

É quando dançam que todos os caminhos 

levam ao mar.

São elas que fabricam o mel, 

o aroma do luar, 

o branco da rosa.

Quando o galo canta 

Desprendem-se 

para serem orvalho.

Eugénio de Andrade

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
 

Etiquetas: , , ,

 
%d bloggers like this: