RSS

Arquivo de etiquetas: Português

Fotografar o património

Registar ângulos literários do património religioso  e urbano; revisitar os passos de Padre António Vieira em Santarém, desde o Palácio dos Condes de Unhão ao uso dos púlpitos; recuperar a memória de Frei Luís de Sousa, o homem e a personagem de Garrett – esta foi a orientação da visita de estudo de 13 de dezembro de 2019, feita por alunos do 11º ano. 

A visita foi articulada com a participação dos alunos na Maratona Fotográfica, nos dias 13 e 14 de dezembro.

 

 

Etiquetas: , , , , ,

Português e Literatura – o currículo na Biblioteca

Português e Literatura Portuguesa, a língua e a escrita, a escola e a aprendizagem – um caminho a par, faces de uma mesma Pátria como disse Bernardo Soares no Livro do Desassossego, assim, originalmente:

«Não tenho sentimento nenhum politico ou social. Tenho, porém, num sentido, um alto sentimento patriotico. Minha patria é a lingua portuguesa. Nada me pesaria que invadissem ou tomassem Portugal, desde que não me incommodassem pessoalmente. Mas odeio, com odio verdadeiro, com o unico odio que sinto, não quem escreve mal portuguez, não quem não sabe syntaxe, não quem escreve em orthographia simplificada, mas a pagina mal escripta, como pessoa própria, a syntaxe errada, como gente em que se bata, a orthographia sem ípsilon, como escarro directo que me enoja independentemente de quem o cuspisse.

Sim, porque a orthographia também é gente. A palavra é completa vista e ouvida. E a gala da transliteração greco-romana veste-m’a do seu vero manto régio, pelo qual é senhora e rainha.» 

Na Biblioteca, a exposição mostra os livros e a literatura do currículo, desde 1843, ano em nascemos Lyceu, até 1943, ano em que habitámos a nova casa e renascemos Liceu Nacional Sá da Bandeira.

 

 

Etiquetas: , , , , ,

7 dias com os MEDIA

Selo-7DiasMedia

A Escola Secundária de Sá da Bandeira participa na iniciativa 7 dias com os MEDIA, com a turma A do 11º ano.

           A atividade surge no contexto da disciplina de Português: o estudo de ‘Os Maias’, mais especificamente o contexto de época e a Geração de 70, os espaços sociais – o jornalismo (os jornais ‘A Tarde’ e ‘Corneta do diabo’) . Santarém é uma cidade intimamente ligada ao programa de Português, do Ensino Secundário, desde o início – textos da lírica medieval – até ao décimo segundo ano – poesia contemporânea.

      No décimo primeiro ano, a cidade é um palco, por oferecer enquadramento à obra de Padre António Vieira e Almeida Garrett, bem como a Guilherme de Azevedo, membro da Geração de 70 e figura tutelar do jornalismo realista. Também ‘Os Maias’ é produto de alguém da Geração de 70 – Eça de Queirós; o jornalismo de ‘A Tarde’ e da ‘Corneta do Diabo’ é objeto de ironia, determina episódios do espaço social, contribui para o avançar da narrativa, dá a conhecer um ângulo da realidade portuguesa do século XIX. Nesta moldura de época, podemos integrar o Correio da Extremadura, as personalidades que o construíram e habitaram. Divulgar o jornal, dar a conhecer pedaços de uma história comum, despertar consciências para a singularidade do património coletivo, é de elementar dever.

         Por outro lado, importa reconhecer a importância secular dos Media e construir a ponte com o presente, já que, na cidade, existe o mais antigo semanário regional de Portugal continental – o Correio do Ribatejo.

         Partindo da premissa de que qualquer matéria do programa pode estar ao alcance dos alunos, seja na Escola, em casa ou na rua, conhecer melhor o Correio do Ribatejo é uma outra prova de que Santarém é, ainda, o livro essencial de que Garrett falou nas ‘Viagens na minha terra’.

 

 
 

Etiquetas: , , , , , , ,

 
%d bloggers like this: