RSS

Arquivo de etiquetas: Rui Carreto

Orgulhosamente Sá da Bandeira

Palavras são como  cerejas –  braço dado, uma ampara outra, as duas falam, outra se lhes junta, subitamente uma frase, um texto e de conversa nasce poema, conto, novela, romance, saga.

Assim, também as telas, sedentas de cor, traço sentido, pinceladas clássicas, risco modernista ou luz barroca.

Maio é como palavras e telas, verdejante, solar e amadurecido, azul ora límpido ora algodoado, inverno ido, primavera madura, verão anunciado.

Por isso, a Biblioteca da Sá da Bandeira convoca os alunos que trazem maio na escrita e nas telas, os  conhecidos, já estudados por muitos,  e os que vão publicando.

Convidamos todos a ver a exposição com as obras  daqueles de quem dizemos

ORGULHOSAMENTE SÁ DA BANDEIRA:

 

 

 

 

 

Anúncios
 

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Encontros de autor com afetos

IMG_3206

 

IMG_3202IMG_3201        Há dias de trazer o passado no bolso, mostrar-lhe o presente,

deixar a memória correr, falar dos momentos felizes

e sorrir para os que vão habitar o futuro mais demoradamente.

Foi assim que aconteceu no encontro com Rui Carreto.

O aluno regressou à Escola – homem, escritor –

e falou aos agora alunos sobre o ato de escrever, a leitura e as leituras.

Explicou como se engenha a metáfora do mundo com os títulos e a inspiração dos clássicos,

como se urde a tecitura das relações humanas encenando o universo dos sinais de pontuação.

Confessou: ” Houve uma altura em que gostei mais de jogar à bola, não gostava de ler.’

Disse que se lembrava da professora de Português, sentada ao seu lado, pela doçura que a caracterizava.

E os mais novos sorriram, de cumplicidade assumida!

Percurso da escrita revisitado, obras apresentadas, houve perguntas “Quando começou a escrever”; “Qual o livro que mais gostou de ler?”; “Inspirou-se em alguém para construir as suas personagens?”, e tantas, tantas outras.

Coincidência bonita,  um aniversariante, o João, do 12º ano:

o autor ofereceu um livro autografado

e o coro de ‘Parabéns’ ouviu-se.

Gerações de alunos e professores num encontro de autor – foi um encontro de afetos!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Etiquetas: , ,

Encontro de autor na Biblioteca

O prazer de ler e o labor da escrita…

E se a pontuação só pudesse ser usada segundo a tribo a que pertencesse cada sinal?

E se os clássicos discutissem ideias numa ‘Livrolândia’ invisível aos nossos olhos?

Rui Carreto

responde aos leitores, dia 21, às 10:30, na Biblioteca

RuiCarreto

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 20 de Outubro de 2015 em Bibliotecando, Literatura

 

Etiquetas: , , ,

 
%d bloggers like this: